Need anything at all;

O imediatismo dos jovens vem da consciência [inconsciente[?], na maior parte dos casos] de que estamos na idade em que tudo vai mudar. O tempo todo tudo vai mudar, sempre, sem parar, até que finalmente você ache o seu “encaixe” na vida e se estabilize em um caminho [exatamente assim, desesperadamente urgente e instável]. A gente não quer, instintivamente, perder a chance de conhecer o maior número de coisas diferentes que nos for possível enquanto ainda podemos; é perfeitamente normal, aceitável, compreensível e desejável agir assim.

Claro que também não é tão simples assim. Existem os limites, existem as condições, existe uma série de variáveis. Mas, essencialmente, o sentimento que se tem quando se perde algo novo [não exatamente novo, quando se perde alguma coisa] é extremamente frustrante.

As coisas estão mudando, e perder uma oportunidade agora pode querer dizer que você jamais terá chance de repetir ou de experimentar aquilo na sua vida. Não que algo seja definitivo agora. Pelo contrário, nada é pra sempre na fase da vida em que nós estamos... Mas, a qualquer momento isso também pode mudar, e ninguém vai querer passar o resto da vida se lamentando por não ter feito algo, ou tendo vontade de fazer algo que já não está mais ao seu alcance ou mesmo viver a vida toda sem ter passado por uma experiência que pode parecer boba, mas poderia ter adicionado algo a sua vida. Bom, você nunca vai saber se não tentar, certo?

E, não é nem pelo arrependimento. É simplesmente por termos um desejo instintivo [ou quase isso] de “ser” todas as coisas possíveis no menor tempo possível, pra poder ser a melhor coisa possível quando não se puder mais mudar. Ou de simplesmente satisfazer todas as curiosidades e todos os desejos que o seu ser for capaz de sentir [levando sempre em consideração as variáveis].

Alguém me disse, depois de ler isso: "Fiquei com a impressão de que você ta fazendo uma 'apologia à putaria' nesse texto". Não, não estou falando sobre adolescentes impulsivos e inconseqüentes, estou falando aqui sobre pessoas que fazem aquilo que querem fazer. Estou falando daquela pessoa que quando quer ficar com alguém e pode fazer isso, vai lá e fica, sem frescura [sem pensar 'ai, e se eu me apegar?', 'ai, e se eu sofrer']. Estou falando do tipo de gente que sabe entender e realizar os seus desejos mais profundos e mais puros. É esse tipo de gente que eu sou e que eu quero perto de mim.



O título provém desta belíssima canção:


27 comentários:

Becki disse...

nina ♥
a vida é cheia de fases, mais vamos tentar fazer tudo o que estiver ao nosso alcance *-*
obrigada pela amizade ^^
Beeeeijos.

Allyson disse...

É... isso me fez lembrar de quando dizem "O que tem de ser, será... Se não é pra ser, paciência". A música é melhor do que eu pensava :P hehehe
Mas, entendo e sei de sua insatisfação... Não diria ser fase, mas sim uma certa "intolerância" a essa definição de vida que descreveu no começo. Mas contra isso, eu digo: o que importa é nunca desistir, compreender o que possui ao redor com serenidade, e nunca estagnar....
Leio e releio, sempre admirado com o que traz para os bem aventurados a contemplar suas obras, querida!
Beijos!

Tiago Dadazio disse...

sim, sao fases que acontecem e depois nos fazem ser melhor...o que vem logo vem sem luta , as vezes fica melhjor com sofrimento..

computadorrapido.blogspot.com disse...

keane é demais :)

e nada como fazer o que realmente você quer, parabéns pelo blog

Zoadao.blogspot.com disse...

o.O

n sei ateh q ponto eu concordo com o seu texto
posso dizer q sou do tipo de pessoa q faz oq quer na hora q da na telha MAS isso surte varias consequencias q nao sao mto boas
HAUEHHAEHhuAE

as vezes queria ser um poujco mais controlado =x

Johnatan disse...

nossa..seu texto está otimo, ele fala com clareza o que eu penso!
realmente, se quero algo faço mesmo!
adorei seu blog, e vc escreve muito bem..parabens!

Thamii ~ disse...

olá...
gostei muito do seu texto, me fez lembrar uma coisa importante ;]

Há quem diga que a gente só se arrepende do que não faz, e se a vida é mesmo única, nada mais justo do que fazer tudo o que estiver ao nosso alcance (sempre com responsabilidade e de olho nas consequencias).
Parabéns pelo texto ^^

' αliиε ' disse...

Olá!
belo Blog!
Gostei mesmo, tanto que estou te seguindo!
Passa lá no meu e se gostar mee segue tbm
;D
Beijoo!

Igor Gonçalves disse...

os jovens sempre acham que sabem de tudo

e ás vezes erramos por ter esse pensamento,mas é assim mesmo...

e bela música ^^

Sr.F disse...

Esse desespero em saber que a vida não é longa como queriamos que fosse nos faz querer fazer tudo ao mesmo tempo e equerer estar em todos os lugares a toda hora.

Belo texto, vou ler os mais antigos com mais calma depois, se quiser podemos fazer uma parceria, abraços.

www.oblogdosrf.blogspot.com

Luiz Guilherme disse...

o imediatismo nunca é a melhor saida...pois na vida,tudo é um processo...
adoreiii vc ter colocado video do Keane...sou fanzaço d++ deles...

http://guilg7.blogspot.com/

vlw

Vini disse...

são fases que acontecem e a melhor saida é vc esperar.

Newton Flamarion disse...

blog nteresante o melhr e esperar

Renata Bertolini disse...

Muito legal o que vc escreveu. Temos 2 certezas nesta vida, a morte e que tudo muda! É difícil aceitar isso, eu sei. É por isso que aprendemos a cada dia que passa. Eu achei uma frase mto legal: quer fazer Deus rir, faça planos.

diogo disse...

pra ter oq vc quer tem q fazer
belo texto
sucesso

30 e poucos anos. disse...

A vida passa muito rápido e está em constante movimentação e evolução...a beleza de tudo isso é saber aproveitar esse trem e adquirir todo o conhecimento possível.

Inez disse...

Seu texto está muito bom, mas, há alguns poréns.
O jovem é de fato imediatista, quer tudo naquela hora, fazer muitas coisas ao mesmo tempo, até ai tudo bem, o problema de alguma forma está quando quer fazer tudo o que quer, nem sempre isso é possível, muitas vezes o que quer pode não ser bom para o jovem, pode trazer consequências para o resto de sua vida.

Stephanie disse...

Exatamente por isso, Inez, que existem as variáveis que eu citei. =)

Thalisson Teixeira disse...

Fases existem várias... ja passei por várias e estou passando por uma nesse momento...
Abraço

Stephanie disse...

Fases. A vida é um amontoado delas, todas em seqüencia.

Descarga! disse...

Olá!
Excelente texto.
Na adolescência há uma explosão de caminhos, uma explosão de mundo, que passa a não ter mais os contornos redondos dos desenhos infantis. É a fase para experiementar e como você disse, "ser" tudo ao mesmo tempo. Juntos e misturados.
Olhei os outros posts e li alguns. Gostei muito da visão que você fez sobre o amor de duas pessoas do mesmo sexo. Posso adicionar seu blog aos links do meu?
Gostaria de convidá-la também a participar do meu blog escrevendo um texto sobre o tema da semana (Televisão) e o enviando para nosso e-mail. Seu texto poderá ser escolhido e postado.
Ficaria muito feliz em ter sua colaboração.
Parabéns pelos textos.

Abraços fraternos,
www.descargapublica.blogspot.com

Stephanie disse...

Nossa, brigada, cara-do-blog"Descarga!".
Captou perfeitamente o que eu quis passar.
Adorei o convite. Pode colocar nos seus links sim, vai ser um prazer.
Vou ver se escrevo algo legal pra te mandar. Brigada pelo comentário! =*

Bala Salgada disse...

bom...o próprio nome diz, perda...não é nada fácil passar por isso...

http://zoiandu.blogspot.com/

plaidybloggertemplates disse...

O seu tá mesmo, muito bonito :D

Celebrity Poke! disse...

oi passando para agradecer/retribuir a visita ao blog do Celebrity Poke!
www.celebritypoke.blogspot.com

Alerson disse...

belo textoo
parabens pelo blog
eu tbm sou do tipo de pessoa q faço oq eu quero quando quiser..

da uma passada no meu ;)
http://tudo-akki.blogspot.com/

Certas Coisas!|! disse...

Gostei do seu texto,me parece bem intimista.......
Concordo com ele em partes, e ja vivi essa historia de querer conhecer o maior numero de coisas possivel, e as vezes nao pensar muito nas circunstancias...

Acho que viver é isso, é fazer oq se quer, como se quer na hora que der na telha, mas temos que ser realistas, nem sempre fazer tudo isso, ou parte disso quando se quer...
Entao, acho que a chave é: Fazer oq se quer, quando se pode e sem deixar de pensar nas consequencias, e lembrar que se nao der, podemos sim mudar de ideia, pq pior que mudar de ideia, é nao ter ideia pra trocar...

visite meu blog

www.euvoustar.blogspot.com

Postar um comentário